O meme que mais circulou nas redes sociais nos últimos meses foi o comparativo Raiz e Nutella. Você com certeza já viu essa pérola passando pelo seu Facebook ou circulando pelos grupos do Whatsapp.

Enquanto o “Raiz” representa o “à moda antiga” e sem frescuras, a versão “Nutella” representa o lado “gourmet”.

Com o boom do meme, diversas empresas entraram na onda criando as suas próprias postagens, consequentemente promovendo as suas marcas.

Foi nesse momento que Jean Bernardo teve um insight e enxergou uma oportunidade de negócio, e na mesma noite registrou o domínio “RaizxNutella.com“.

03-Empreendedor fatura com página após pegar carona em meme viral Raiz x Nutella

Ao perceber a alta adesão das empresas na jogada, Jean percebeu que poderia lucrar com a ideia disponibilizando um canal exclusivo para essas empresas publicarem os seus próprios memes.

O empreendedor não revela quanto fatura com o blog, entretanto conta que a receita vem através das publicações patrocinadas, links patrocinados exibidos em pontos estratégicos da página e também da comissão gerada através da venda de produtos como almofadas e canecas, em parceria com lojas virtuais.

“Para ser bem-sucedido, um meme precisa ser de fácil aceitação e gerar engajamento em muitas pessoas. Também precisa ser engraçado e divertido. É preciso entender quem será seu público-alvo e o que ele curte”, comenta.

Questionado sobre o porquê criar um blog e não focar somente nas redes sociais, o empreendedor responde.

“Por mais essencial que seja estar presente nas redes sociais nos dias de hoje, esse nunca deve ser o seu foco principal”, comenta Jean.

O empreendedor sugere que você use o poder das redes sociais a seu favor para trazer o seu público para “dentro de casa”, ou seja, atrair tráfego para o seu site.

Segundo ele, você jamais deve apostar todas as suas fichas em uma plataforma cujo você não possui o controle, pois você fica refém de qualquer tipo mudança, como por exemplo a recente alteração no algoritmo feita pelo Facebook que cortou drasticamente o alcance das publicações afetando milhares de empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *